sexta-feira, julho 18






Não importava que a história já tivesse começado, porque há muito que o Kathakali descobriu
que o segredo das Grandes Histórias é elas não terem segredo nenhum.

As Grandes Histórias são aquelas que já ouvimos e queremos voltar a ouvir. Aquelas onde
podemos entrar e morar confortavelmente. Que não nos enganam com calafrios e finais acrobáticos.
Que não nos surpreendem com o imprevisto. Que são tão familiares como a casa onde moram.
Ou o cheiro da pele de um amante. Sabemos como acabam, porém, ouvimo-las como se não soubessemos.

Nas Grandes Histórias quem vive, quem morre, quem encontra o Amor, é quem não encontra. E contudo
queremos saber de novo...

É esse o seu mistério e a sua magia.
(O Deus das Pequenas Coisas - Arundhati Roy)
Bom fim de semana



7 comentários:

carpe diem disse...

Adorei esse livro, e este pequeno extracto é delicioso :)...

beijinhos...

Marta disse...

Daí eu gostar de ficar horas a saborear as grandes histórias dos outros

Bom fim de semana :)

Beijoca

Ana Paula disse...

Adoro histórias e estórias...!

Bonito excerto de um livro convidativo.

Boas férias para ti também! (As minhas estão quase a chegar...)

Bjs! :)

Art&Tal disse...

a grande historia é um despejar de bolsos

as coisas mais infimas

as grandes coisas nao contam tudo

ocultam

esmagam

Maria disse...

A grande história é que queremos sempre saber de novo, e de novo, e de novo...
... exactamente por ser desconhecido...

Beijos

merdinhas disse...

blublu

isabel disse...

adorei esse blublu mer